Top fornecedor 10 anos especializar-se em mesa pernas de aço inoxidável personalizadas , decorar tela guarnição e parede .
Sobre nós | Mapa do Site | Contato
Englishالعربية中文(简体)FrançaisDeutschItaliano한국어PortuguêsРусскийEspañol
 Editar Tradução

A-us sino disputa comercial roiled o mercado de metais

» NOTÍCIA » The sino-us trade dispute roiled the metal market

A-us sino disputa comercial roiled o mercado de metais

Maio 24, 2019

 

A disputa comercial entre a China e os Estados Unidos são a principal causa de preço do metal volatilidade, industry sources said in Hong Kong this week, as market participants brace for continued sharp changes.

Global financial markets were dealt a blow this week by the turn in the sino-us trade talks, with investors facing the prospect that a 10-month trade war between the two countries could escalate rather than end.

US President Donald trump threatened over the weekend to raise tariffs on Chinese imports into the us, senior us trade officials said on Monday. The new tariffs are set to take effect on Friday.

David Wilson, commodities strategist, said renewed trade tensions were making trading in metals more difficult.

It’s very dramatic and obviously the problem we have is that we don’t know what trump is going to say next on twitter, which makes it extremely difficult to trade metals,” Wilson said at the LME’s Asia conference in Hong Kong.

In August, three-month copper on the London metal exchange fell 20% to less than $6,000 from a June high of nearly $7,350.

LME copper for three months fell to a 2-1/2-month low hit last week on Tuesday, weighed down by demand concerns after U.S. President Donald trump said he would raise tariffs on Chinese imports ahead of talks between the two countries.

LME markets were closed on Monday for a British bank holiday in early may.

In an audience response to the LME Asia conference, 57 per cent of respondents said they expected trade tensions and political risks to be the top issues affecting metals markets this year.

Uma fonte da indústria disse que a possibilidade de mais voltas e mais voltas não pode ser descartada como os EUA ea China tentar chegar a um acordo comercial, uma incerteza que pode ainda perturbar mercados de metais.

Ele adicionou: “quando ouvimos relatos de que os EUA ea China estão caminhando para um acordo, o mercado não deve ser muito satisfeitos. De uma perspectiva de negociação, devemos sempre ter em mente que… “” poderíamos enfrentar uma série de volatilidade.

Deve pedir falou terça-feira, um porta-voz do ministério disse que o comércio, deve o representante de Comércio dos EUA, camisa Wright, ministro das Finanças, Sr. Qin, a convite do Birô Político do Comitê Central do PCC, vice-premier do Conselho de Estado, o diálogo económico global com a China levou liu guindaste em Maio 9 para 10, para visitar os Estados Unidos, a 10ª rodada de negociações com os Estados Unidos são as questões económicas e comerciais.

Outro executivo disse que havia alguns sinais econômicos encorajadores para a demanda de metais na China no primeiro trimestre.

“Claramente, até agora este ano, especialmente em termos de demanda, o lado chinês tornou-se mais otimista e o resto do mundo tornou-se mais pessimista,” ele disse. Otimismo sobre a China voltou fortemente.

Talvez você gosta também